O Futuro dos Espaços de Trabalho e a Economia Moderna

Avila Coworking

O Paradigma do mercado de escritórios está a mudar radicalmente e os temas discutidos na 26ª Edição da Conferência Anual da Global Workspace Association, vieram confirmar esta realidade. Neste encontro, realizado em Setembro deste ano em Baltimore (EUA), foram debatidas as novas tendências do mercado dos espaços de trabalho: os conceitos mais recentes de escritórios, o crescimento dosescritórios virtuais e a grande aposta do momento: o Coworking. Foram diversos os aspectos abordados: desde estratégias de inovação, gestão de conflitos entre operadores e clientes, até ao futuro das reuniões de trabalho, dos espaços de trabalho, passando por dicas de como melhorar o processo de vendas, atrair mais clientes e estratégias de fidelização.

Apesar da grande diversidade de temas e de oradores, foi muito interessante poder constatar que todos estão de acordo sobre as tendências do mercado. A mobilidade e flexibilidade tornaram-se nas palavras de ordem de qualquer negócio e os espaços de trabalho estão a acompanhar estas mudanças. Soluções como osEscritórios Virtuais e os espaços de Coworking crescem a nível mundial de forma exponencial.

Empresas como a Pfizer, a Microsoft ou a Accenture, ao restruturarem os seus negócios, optaram por colocar os seus trabalhadores em regime de teletrabalho, seja este efectuado a partir de casa ou através de Centros de Negócios que disponibilizam espaços de coworking. Neste último caso, estas empresas suportam o custo do espaço, conseguindo poupanças significativas face ao modelo tradicional, podendo o colaborador trabalhar numa base mais flexível e aumentar o seu nível de desempenho.

O segredo está em dar o poder às pessoas. Para tal, a criação e expansão dos “Hybrid Business Centers”, onde os clientes podem optar e transitar entre vários modelos sem sair do mesmo espaço (escritório, escritório virtual e coworking), está a ser uma estratégia de sucesso. Também o desenvolvimento de plataformas mobile como o LiquidSpace, o DaVinci Virtual ou o myOffice App ganham cada vez mais adeptos. Para além de permitirem uma divulgação a nível internacional dos serviços dos Centros de Negócios, aumentando o número de clientes, permitem também a marcação de salas de reuniões, espaços de Coworking e outros serviços em qualquer parte do mundo.

Em 2011 existia cerca de 1 bilião de trabalhadores móveis e estima-se que em 2015 este número aumente para 1,3 biliões. São as pessoas que escolhem onde trabalhar e, para a indústria dos Espaços de Trabalho, existe uma procura crescente de serviços, em particular dos modelos mais flexíveis e de custo mais reduzido, como o Escritório Virtual e o Coworking.

Numa altura em que há áreas de negócio que deixam de fazer sentido e outras que, para se manterem, têm de se adaptar, os Espaços de Trabalho ganham cada vez mais relevância no futuro dos negócios – trabalhar em qualquer parte, a qualquer hora, maximizar a eficiência e aumentar a satisfação pessoal são as palavras-chave da economia moderna.

Raquel Santana

Business Center Manager
Avila Business Centers
www.avilabusinesscenter.com

    Deixe Aqui Um Comentário